Pular para o conteúdo principal

Destaques

Quase

Quando a leitura é boa ou ruim

 Leitura é um estado de espírito, opinião pessoal. 

Pode parecer redundante pontuar isso. Acontece que meu rosto e voz não estão aqui impressos, e quem lê, tem essa liberdade de imprimir "personalidade", ao texto. Digo isso, aqui na calma, não existe paixão nessa afirmação, é apenas o que acredito.

Inspiração, claro, de algo que li num livro - fofo naquela época da minha vida - "comer é um sentimento", esse é inclusive o título, autor François Simon. Naquele tempo comida era meu assunto de trabalho, então, cabia. Eu vivia uma descoberta, foi realmente muito gostoso de ler. Naquele momento eu experienciava algo parecido como o descrito pelo autor, foi muito mágico ler um universo tão diferente do meu, outra realidade, mas tantas similaridades. Se o seu assunto for comida recomendo. Continua um ótimo livro, mas hoje, não me cabe mais, nova realidade. Ótimas lembranças, ótima leitura, na época.

Não leria de novo, pois estragaria isso.

Cresci ouvindo de algumas ótimas pessoas estranhas - valioso conselho, não esperam nada em troca - que boa leitura se faz três vezes. A primeira é uma descoberta, a segunda uma análise e a terceira trás sabedoria. 

E usei dessa fórmula em alguns livros, até descobrir que eles mudavam junto comigo e meus instantes de alma, no momento da leitura. 

E em alguns, fiquei triste por isso. 

Recordo agora então, outro livro, uma antologia, um poema chamado "gesso", de Manuel Bandeira. Esse poema retrata o que descrevo acima. Tive sorte de ler poemas com a fórmula dessas três leituras. Combina, e livros de ordem teológica, filosófica, didáticos e uns clássicos.

Tudo muito bonito.

Mas, isso não leva ninguém abrir um livro.

Espontaneamente digo, sem obrigação por trabalho ou estudo.

Quando leio, espero esquecer a realidade, e raramente alcanço isso lendo mais realidades. Recente ou velha.

Hoje são muitas as palavras. Tudo é demais. Eu preciso de quietude.

Tudo que sou, compõe minha leitura. Então, não existe leitura boa ou ruim. Alguém tornou palavras seus sonhos, isso é tão mágico, não me cabe julgamento, apenas ler. Sentir ou não.

Livros para mim, são filmes sem trailer. Me perdoem as "orelhas", ainda chama assim? Sou velha gente, dá um desconto.

Tudo isso cabe em mim quando leio. Existe uma conexão entre livro e leitor, é íntimo. Único. Independe de quem escreve. 

Desculpa autores ¯\_(ツ)_/¯

Então, não existe leitura ruim ou boa. 

P.s.: tem livros que leio tanto que destruí as capas...e continuo lendo ┐(´ー`)┌ ...não posso evitar. Quem nunca?

P.s.: de novo, o primeiro livro mencionado, peguei na biblioteca do campus, onde vivi,  era uma universidade onde ganhei um curso, paguei com trabalho, o curso foi prático, posso dizer sem dúvida a maior experiência da minha vida. Tenho constantes lembranças de lá, e sempre descubro algo "novo", por causa do que aprendi lá. O segundo ganhei, bem novinha, ele envelheceu comigo.

Comentários

Postagens mais visitadas